NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

terça-feira, 7 de abril de 2015

GEOGRAFIA - Determinando a localização das terras do Livro de Mórmon no Novo Mundo.

http://www.bmaf.org/files/image/Ted%20Dee%20Stoddard%20picture2.jpg
Ted Dee Stoddard

Implicações para o Modelo Centro Americano e para o Modelo Mesoamericano

Como podem os leitores e estudiosos do Livro de Mórmon seguir tentando identificar a localização das terras e eventos do Livro de Mórmon? Levando um pouco na brincadeira, mas também levando muito a sério, eu deduzi que parece que eles usam uma das seguintes abordagens:
1. Leia as declarações geográficas do Livro de Mórmon e então tente encontrar um local equivalente em algum lugar no Novo Mundo.

2. Escolha um marco geográfico óbvio, tal como o Monte Cumôra no Estado de Nova York, e então tente associar todos os outros indicadores geográficos do Livro de Mórmon com esse marco geográfico.

3. Dos indicadores geográficos do Livro de Mórmon, desenhe um mapa que presumivelmente reflita esses indicadores, e então tente identificar o território correspondente no Novo Mundo baseado nesse mapa.

4. Vá morar ou sirva como missionário em alguma área geográfica específica no Novo Mundo, tal como o Peru, por exemplo, e então fique apaixonado por esse território que lhe parece ser a localização natural para as terras dos eventos do Livro de Mórmon no Novo Mundo.

5. Fique desencantado com todos os esforços para encontrar a correta geografia do Livro de Mórmon no Novo Mundo e então proponha um modelo próprio, de opinião pessoal e não-ortodoxo, tal como a Malásia, ou a Baixa Califórnia, como a localização para os eventos do livro.

Obviamente, as abordagens acima não funcionariam satisfatoriamente, portanto, eu proponho uma abordagem que não envolve a própria geografia, mas que se baseia num critério não-geográfico. Além disso, proponho que esse critério seja chamado de “critério crítico”, que é derivado de uma cuidadosa leitura do Livro de Mórmon.

Qualquer território proposto a ser considerado como a localização dos eventos do Livro de Mórmon no Novo Mundo deve satisfazer a todos os critérios ou ser identificado como uma “falsa” abordagem para a geografia do Livro de Mórmon.

O critério crítico não-geográfico que eu proponho é dividido em quatro partes:

1. A região deve apresentar evidências de, pelo menos, uma linguagem escrita de alto nível que estava em uso durante o período de tempo do Livro de Mórmon para os nefitas, lamanitas e mulequitas.

2. A região deve refletir evidências de duas civilizações que demonstrem evidências de maiores centros populacionais, contínuas alterações na demografia, extensivo comércio entre culturas e guerras quase constantes entre seus habitantes - em harmonia com determinadas datas no Livro de Mórmon. Uma dessas civilizações deve preceder a outra em centenas de anos.

3. A datação arqueológica da região proposta deve refletir análise completa de locais e artefatos que resultem em datas de radio carbono que concordem com as datas dadas no Livro de Mórmon.

4. As evidências históricas da região devem prover resultados válidos que se encaixem nos costumes e tradições associadas aos povos e datas do Livro de Mórmon.

O que acontece quando esses quatro critérios são usados para testar dois modelos atuais para a geografia do Livro de Mórmon — o Modelo Centro Oeste Norte Americano e o Modelo Mesoamericano? Leia o resultado das minhas análises intitulado Critical Criteria for Identifying the New World Lands of the Book of Mormon: Implications for the Heartland Model and the Mesoamerica Model”, (Critério Crítico Para Identificar as Terras do Livro de Mórmon no Novo Mundo: Implicações para o Modelo Centro Americano e o Modelo Mesoamericano – em tradução,  em breve neste blog

Para obter mais ajuda para fazer uma identificação válida das terras do Livro de Mórmon no Novo Mundo também podemos empregar critérios geográficos críticos selecionados. Em meu artigo discuto os resultados de usar o critério crítico geográfico no exame do Modelo Centro Oeste Norte Americano e do Modelo Mesoamericano.

Eu acredito que O Livro de Mórmon é um registro real de um povo real que realmente viveu em algum lugar no Novo Mundo. Eu o convido a ler meu artigo no e veja o que você pensa sobre minha abordagem crítica de critérios para determinar aquela localização.

Ted Dee Stoddard
BMAF - Quadro de Acessores - www.bmaf.org

tmstod@comcast.net