NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

domingo, 8 de janeiro de 2012

ESCOLA DOMINICAL - Doutrina do Evangelho - Lição 01


Boa tarde e Feliz 2012

Estaremos iniciando o estudo do Livro de Mórmon em nossa classe da escola dominical. Amanhã (dia 08/Jan) teremos a nossa primeira lição. Segue anexa a lição que será apresentada amanhã. Espero que a leitura deste livro esteja em nossas metas para este ano e que possamos estudar as designações semanalmente. Caso ainda não tenham recebido um exemplar do Guia de Estudo do Aluno basta pedir em nossa classe.


Um abraço a todos.

Irmão Roberto Gaertner

Somos privilegiados por termos o Livro de Mórmon. O Senhor espera que o usemos de diferentes maneiras. Somos exortados a estudá-lo, a ponderar em nosso coração e orar a respeito de seus ensinamentos (ver Morôni 10:4). Somos exortados a usá-lo em nossas mensagens (ver D&C 42:12). Mais do que tudo, somos exortados a viver seus princípios, pois "um homem poderia aproximar- se mais de Deus seguindo seus preceitos do que os de qualquer outro livro" (Ensinamentos dos Presidentes da Igreja: Joseph Smith, p. 68).

Elder Carlos A. Godoy, Outubro 2011.


O LIVRO DE MÓRMON

Lição 1 Escola Dominical – Doutrina do Evangelho

“A Pedra Fundamental da Nossa Religião”

Introdução: Ver Mórmon Capítulo 6

4 E aconteceu que marchamos para a terra de Cumora e armamos nossas tendas ao redor do monte Cumora;
6 E aconteceu que após havermos reunido todo o nosso povo em um só grupo na terra de Cumora, eis que eu, Mórmon, comecei a envelhecer; e sabendo que esta seria a última luta de meu povo e tendo recebido ordem do Senhor de não permitir que os registros sagrados, que haviam sido sucessivamente transmitidos por nossos pais, viessem a cair nas mãos dos lamanitas (porque os lamanitas os destruiriam), fiz este relato, extraído das placas de Néfi; e ocultei no monte Cumora todos os registros que me tinham sido confiados pela mão do Senhor, excetuando-se estas poucas placas que dei a meu filho Morôni.
7 E aconteceu que meu povo, com suas esposas e seus filhos, viu os exércitos dos lamanitas marchando em sua direção; e com aquele horrível temor da morte que enche o peito de todos os iníquos, esperaram para recebê-los.
8 E aconteceu que vieram guerrear-nos e todas as almas estavam cheias de terror por causa da grandeza de seu número.
9 E aconteceu que caíram sobre meu povo com espadas e com arcos e com flechas e com machados e com toda sorte de armas de guerra.
10 E aconteceu que meus homens foram abatidos, sim, os dez mil que estavam comigo, e eu caí ferido no meio deles; e eles passaram por mim sem pôr fim a minha vida.
11 E depois de haverem passado e abatido todo o meu povo, com exceção de vinte e quatro de nós (entre os quais estava meu filho Morôni) e tendo nós sobrevivido aos nossos mortos, vimos, na manhã seguinte, do topo do monte Cumora, quando os lamanitas voltaram para seus acampamentos, os dez mil de meu povo que foram abatidos, que haviam sido comandados por mim.
12 E vimos também os dez mil de meu povo que haviam sido comandados por meu filho Morôni.
13 E eis que os dez mil de Gidgidona haviam caído e ele também estava no meio.
14 E Lamá caíra com seus dez mil; e Gilgal caíra com seus dez mil; e Limá caíra com seus dez mil; e Jeneum caíra com seus dez mil; e Cumeniá e Moronia e Antiônum e Siblom e Sem e Jós haviam caído, cada um com seus dez mil.
15 E aconteceu que dez mais caíram pela espada, cada qual com seus dez mil. Sim, todo o meu povo tinha caído, salvo aqueles vinte e quatro que estavam comigo e também uns poucos que tinham escapado para os países do sul; e alguns que se passaram para o lado dos lamanitas; e sua carne e ossos e sangue jaziam sobre a face da terra, deixados pelas mãos daqueles que os mataram para decomporem-se sobre a terra e desfazerem-se e voltarem para sua mãe-terra.
16 E minha alma estava despedaçada de angústia, por causa da morte de meu povo;

Neste momento Morôni encontrava-se sem amigos, sem familiares e completamente só. Ele estava pronto para morrer a qualquer momento. Sua única preocupação era de manter os registros em um lugar seguro. Ao concluir sua missão, estava pronto para enterrar os registros de acordo com a vontade do Senhor. Talvez tenha se perguntado: “Será que as pessoas que receberão estes registros entenderão o seu significado? Será que darão o devido valor?”

Na conferência Geral de Outubro de 1982, o Elder Boyd K. Packer anunciou: “Deveis saber ainda que, por recente decisão das autoridades gerais, o Livro de Mórmon levará, daqui por diante, o subtítulo – Um Outro Testamento de Jesus Cristo”. (Liahona Janeiro de 1983, pg. 90).


1. A pedra angular da nossa religião.

Joseph Smith disse: “Declarei aos irmãos que o Livro de Mórmon era o mais correto de todos os livros da terra, e a pedra angular de nossa religião; e que um homem chegaria mais a deus cumprindo seus preceitos que os de qualquer outro livro” (Ensinamentos pg. 189) (Ver 1º Néfi 13:38–41; 2º Néfi 29:6–9).

Presidente Ezra T. Benson disse:

“Pedra fundamental é a pedra central de um arco, que mantém todas as outras rochas no lugar e, se retirada, faz com que a estrutura desmorone. O Livro de Mórmon é a pedra fundamental de nossa religião de três maneiras. É a pedra fundamental de nossa fé em Cristo. É a pedra fundamental de nossa doutrina. É a pedra fundamental do testemunho. O Livro de Mórmon é a pedra fundamental de nossa fé em Jesus Cristo, que é o centro de tudo o que fazemos. Na verdade, quer dizer que no Livro de Mórmon encontraremos a plenitude das doutrinas necessárias à nossa salvação. E elas são ensinadas com clareza e simplicidade para que até mesmo as crianças consigam aprender as verdades da salvação e exaltação. O Livro de Mórmon tem muitíssimo a oferecer para aumentar nossa compreensão das doutrinas de salvação. Sem ele, muito do que aprendemos nas escrituras não seria tão claro e precioso.” (Conference Report, outubro de 1986, p. 4)

Muitas testemunhas testificaram do Livro de Mórmon

No livro de Éter capítulo 5 lemos:

2 E eis que poderás ter o privilégio de mostrar as placas àqueles que hão de ajudar a trazer à luz esta obra.
3 E serão mostradas a três, pelo poder de Deus; portanto eles saberão com certeza que estas coisas são verdadeiras.

4 E pela boca de três testemunhas estas coisas serão estabelecidas; e o testemunho de três e esta obra, na qual será demonstrado o poder de Deus e também a sua palavra, da qual o Pai e o Filho e o Espírito Santo dão testemunho—e tudo isto se levantará como um testemunho contra o mundo no último dia.

Oliver Cowdery, David Whitmer e Martin Harris foram as testemunhas que viram as placas que foram mostradas por Morôni. Eles jamais negaram este testemunho. David Whitmer ainda declarou: “Vimos não somente as placas do Livro de Mórmon, mas também as placas de latão, as placas do livro de Éter, placas contendo os registros das maldades e as combinações secretas, e muitas outras placas.... fora as placas do Livro de Mórmon, vimos a Espada de Labão, e a Bússola ou a Liahona que Leí tinha, bem como o Urim e Tumim. Vi tão claro como vejo esta cama (apontando para uma cama que estava ao seu lado), e ouvi a voz do Senhor, tão nitidamente como jamais ouvi em minha vida, declarando que as placas do Livro de Mórmon foram traduzidas pelo dom e poder de Deus.” (1878 interview between Orson Pratt and David Whitmer, recorded in Book of Mormon Compendium, pp. 55-56).

As Oito Testemunhas testificaram que manusearam e seguraram as placas e viram os caracteres gravados nas folhas. Seu testemunho também está incluído em todas as edições publicadas do Livro de Mórmon. Desse modo, de acordo com a lei divina das testemunhas, a veracidade do Livro de Mórmon foi mais uma vez confirmada e os habitantes da Terra serão considerados responsáveis pelas coisas nele contidas.

Christian Whitmer, Hiram Page, Jacob Whitmer, Joseph Smith Sr, Peter Whitmer Jr, Hyrum Smith, John Whitmer, Samuel H. Smith.

Nenhum desses seis homens, contudo, jamais negou seu testemunho, apesar de terem tido muitas oportunidades para fazê-Io. Todconfirmavam firmemente a veracidade de seu testemunho, sempre que isso lhes era perguntado..

3. Descrição das placas.

Tamanho:

De acordo com uma carta que Joseph Smith enviou na Wentworth, a dimensão das placas era de 15.2cm X 20.3cm. A sua espessura era também de 15.2cm.

Material:

Embora sejam chamadas de placas de ouro, ou de placas douradas o seu material não era de ouro puro. O próprio Joseph escreveu a John Wentworth que as placas tinham a aparência de ouro:

"Esses registros estavam gravados em placas que tinham a aparência de ouro” (História da Igreja, vol. 4, p. 537).

Joseph não poderia jamais ter carregado e trabalhado com essas pesadas placas. Se fossem de ouro puro pesariam mais de 120 quilos. Ainda, o ouro puro seria muito maleável para ser gravado permanente.

William Smith, um irmão de Joseph que ergueu as placas envoltas em um tecido, afirmou em várias ocasiões que o conjunto de placas pesava cerca de sessenta libras = 27 kg. (Robert F. Smith, The 'Golden' Plates , pp 276)

"Foi permitido que eu as levantasse .... Elas pesavam cerca de 27 quilos de acordo com o meu melhor julgamento. " William Smith, William Smith on Mormonism(Lamoni, Iowa: Herald Steam, 1883), 12.

"Pesando entre vinte a trinta quilos."Martin Harris interview, Iowa State Register , August 1870, as quoted in Milton V. Backman Jr., Eyewitness Accounts of the Restoration (Salt Lake City: Deseret Book, 1986), 226.

Willard Chase também teria dito que as placas pesavam entre 20 e 30 quilos. Robert F. Smith , "The 'Golden' Plates," Reexploring the Book of Mormon , ed., John W. Welch (Salt Lake City: Deseret Book and FARMS, 1992).

Parte selada:

“Cerca de 2/3 das placas estavam selados, e foi ordenado a Joseph Smith que não quebrasse o selo. As placas que estavam seladas continham um registro das coisas mostradas em visão ao irmão de Jarede” Orson Pratt.

Conclusão:

A batalha acabou. As flechas não mais existem, os ossos foram sepultados, mas os registros sobreviveram. Neste ano de 2012 teremos a honra de estudar os ensinamentos preparados para nossos dias. Não seremos considerados inocentes se negligenciarmos os seus ensinamentos. Não temos que provar ao mundo que o Livro de Mórmon é verdadeiro, pois ele é a sua própria prova. A única que temos que fazer é estudá-lo diariamente e proclamá-lo ao mundo.

O Presidente Marion G. Romney ensinou:

“Tenho certeza de que se os pais lerem o Livro de Mórmon em espírito de oração e com regularidade, tanto sozinhos quanto com os filhos, o espírito desse grande livro permeará seu lar e todos os que nele habitem. O espírito de reverência se intensificará; o respeito mútuo e a estima aumentarão; o espírito de contenda se retirará. Os pais orientarão os filhos com maior amor e sabedoria. Os filhos estarão mais abertos e obedientes aos conselhos de seus pais. A retidão aumentará. A fé, a esperança e a caridade — o puro amor de Cristo — existirão em abundância em nosso lar e nossa vida, trazendo como conseqüência a paz, a alegria e a felicidade.” (Conference Report, abril de 1980, p. 90).

Pontos para ponderar:
Estou dando o devido valor ao Livro de Mórmon?
Como o estudo deste livro me ajudará a ser uma pessoa melhor?Próxima Lição Número 2 - 1º Néfi 1-7

Preparado por Roberto Gaertner - Escola Dominical Ala Barigui – 2012
robgaer@yahoo.com


Aula 1 Livro de Mórmon.pdf
1694K Visualizar Baixar