NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

quarta-feira, 30 de março de 2011

CRONOLOGIA - A Data de Nascimento de Jesus Cristo

Bruce W. Warren

Tradutor: Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil – 2007

 Nota do Editor: Celebramos o nascimento de Cristo no Natal, mas consideramos que a data verdadeira é 6 de Abril, de acordo com revelação ao Profeta Joseph Smith. (D&C 20:1)  Pesquisa mesoamericana feita por Bruce Warren — "Step by Step Through the Book of Mormon", de Alan C. Miner, acrescenta significativo documentação ao dia 6 de Abril, bem como poderoso testemunho da divindade do Salvador.

LINGUÍSTICA - A Linguagem Desaparecida do Livro de Mórmon.

George D. Potter

Tradutor: Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil - Dez/2009

Na última pesquisa de Gary Urton, Dumbarton Oaks, Professor de Estudos Pré-Colombianos do Departamento de Arqueologia da Universidade de Harvard,[i] apoiado pelas tradições orais, que os antigos Incas tinham uma linguagem escrita que se perdeu.[ii] Além do fato que todos os traços das linguagens escritas do Peru antigo tenham se perdido seja um cumprimento direto da profecia de Jacó. O profeta do Livro de Mórmon escreveu:

sábado, 26 de março de 2011

ESCOLA DOMINICAL - LIÇÃO 13

Boa noite!

Segue anexa a nossa lição deste Domingo. Lembro que no próximo final de semana teremos a nossa conferencia geral com 5 sessões aonde poderemos ser alimentados com as palavras dos profetas e líderes. As sessões serão as seguintes:
Sábado
13:00
17:00
21:00 Geral do Sacerdócio
Domingo
12:30 Palavra Proferida e em seguida a Sessão Geral de Domingo
17:00

Teremos então a lição 14 no dia 10 de Abril.

segunda-feira, 7 de março de 2011

O LIVRO DE MÓRMON

O Desafio de
Hugh Nibley

por Alan C. Miner
Fonte: Step by Step Through the Book of Mormon 

Tradutor: Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil – 2005

Hugh Nibley costumava apresentar um bem interessante desafio para seus alunos na BYU:
Já que Joseph Smith era mais jovem do que a maioria de vocês e quase não tão experiente ou bem educado na época da publicação do Livro de Mórmon, não deve ser demais pedir a vocês para que apresentem no final do semestre (o que dará a vocês mais tempo do que ele teve) um trabalho de, digamos, quinhentas ou seiscentas páginas.

terça-feira, 1 de março de 2011

GEOGRAFIA - A Descoberta do Vale de Lemuel e do Rio Laman

George D. Portter
https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcSRTDIBUI_ecENIISqgnOztdOKsD2LIEdH6hIe-A2qS60_j7Sw0

www.ancientamerica.org

Tradutor: Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil – Fevereiro/2011
https://2.bp.blogspot.com/_6c-MN-O2zpY/SrpcUhT_ANI/AAAAAAAAAcE/ptZaRHs4mEE/s640/02d-River+of+Laman+in+Valley+of+Lemuel.jpg

O Vale de Lemuel e o Rio Lamã, que deságua no Mar Vermelho.

Quando falamos a respeito da geologia do Vale de Lemuel, ou do Wadi Tayyib al-Ism, que é meu candidato para o Vale de Lemuel, o geólogo com quem trabalhávamos ainda era um profissional da Aramco, e sua especialidade era a região do Golfo de Aqaba.

Esse profissional com quem eu trabalhava é a maior autoridade em geologia naquela área. A maioria dos homens que trabalham no deserto são pós-graduados. Todos estávamos arriscando nossas carreiras ali porque se o governo saudita soubesse o que estávamos fazendo, seríamos expulsos do país. Não que estivéssemos fazendo algo ilegal, mas eles não gostam das pessoas que estão fazendo esforços para promover ou divulgar a fé em Jesus Cristo na sua terra.