NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

ARQUEOLOGIA - El Mirador

Excertos de um documento editado por
Ray T. Matheny
Revisado por V. Garth Norman
 Peten, Guatemala: An Interim Report, editado por Ray T. Matheny
“New World Archaeological Foundation, Brigham Young University”, Provo

Traduzido por Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil
Os estudiosos das antigüidades americanas relacionadas à Mesoamérica, como por exemplo a região da história do Livro de Mórmon mais extensivamente registrada, devem estar intensamente interessados no projeto “El Mirador”. Isolada na selva bem ao norte de El Peten, na Guatemala, esta antiga cidade oferece uma rara oportunidade para investigar uma antiga cidade Maia, onde se encontra a maior construção Clássica que, evidentemente, não foi soterrada pelas últimas ocupações Maias.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

ARQUEOLOGIA - Exploradores SUDs Encontram o Segundo Templo “Lihy”

George Potter

Tradutor Elson C.Ferreira – Curitiba/Brasil – Setembro/2005
Fortes ventos e penhascos verticais de arenito não puderam impedir um grupo de exploradores amadores do Livro de Mórmon de escalarem a face de uma montanha de pedra de 1.830 m de altura.

Repousando sobre o topo da montanha está um grande complexo de templos “Lehyanitas”. A equipe incluía Jim Anderson, David Alexander, e eu, George Potter. 

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

ARQUEOLOGIA - Evidências de Que os Eventos de “O Livro de Mórmon” Aconteceram na Mesoamérica

John W. Welch
Tradutor: Elson C. Ferreira - Curitiba/Brasil - Dezembro/2010

Critérios para determinar os povos e terras do Livro de Mórmon

Há várias teorias entre os Santos dos Últimos Dias quanto à localização das terras onde aconteceram os eventos narrados no Livro de Mórmon. Alguns acreditam que lugares da geografia do Livro de Mórmon se localizam no norte do Estado de Nova York ou perto dos Grandes Lagos. Outros procuram no Peru e outros na América do Sul, ou na Baixa Península, ou no Texas, e outros propõem até mesmo a Península da Malásia.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

HISTÓRIA - Registros da Antiga América

Bruce W. Warren

Excertos New Evidences of Christ in Ancient America
(Book of Mormon Research Foundation, 1999, pp. 41, 42).

Tradutor: Elson C. Ferreira - Curitiba/Brasil - Dezembro/2010
Ixtilxochitl
O conhecimento da existência, em épocas anteriores, de livros sagrados na antiga Mesoamérica foi amplamente divulgado no México e América Central quando os primeiros europeus chegaram após a descoberta da América por Cristóvão Colombo.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

GEOGRAFIA - Direções no Livro de Mórmon

John Tvedtnes

Tradutor: Elson C. Ferreira - Curitiba/Brasil - Dezembro/2010
O correto entendimento das direções da bússola é essencial para o entendimento da geografia retratada no Livro de Mórmon. As primeiras indicações direcionais são encontradas no relato de Néfi sobre as viagens de sua família através do deserto deixando Jerusalém, onde lemos que do acampamento no Mar Vermelho eles viajaram “na direção aproximada sul-sudeste”[2] então prosseguiram “na mesma direção, se mantendo nas partes mais férteis do deserto, que ficava nas margens do Mar Vermelho” (tradução livre de 1 Néfi 16:13-14).