NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

ANTROPOLOGIA - Quem São e Onde Estão os Lamanitas?

Lane Johnson
Editora Assistante
Ensign, Dez/1975, 15

Tradutor Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil-Novembro/2010


 Para produzir um mapa que mostre onde estão localizados hoje em dia os lamanitas, o cartógrafo deve primeiro decidir exatamente o que é um lamanita. Esta não é uma tarefa pequena porque o termo “lamanita” é usado em vários sentidos nas escrituras para descrever uma linhagem étnica em particular, um grupo político/religioso, um povo, etc., entretanto,  o Antigo e o Novo Testamentos e O Livro de Mórmon, visualizados conjuntamente num senso limitado como um registro parcial do povoamento da terra, fornece um útil contexto no qual visualizar este problema.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

GEOGRAFIA - Em Busca da Trilha de Leí - Parte 3

Lynn M. e Hope A. Hilton 

Fonte; Tambuli, Set/1977, 30

Tradutor Elson C. Ferreira - Curitiba/Brasil - Setembro/2010
Como discutimos antes (ver Parte 2 Tambuli, Jul/77, p. 5), Leí perpassou o Iêmen e o Vale de Hadhramaut que era e ainda é uma região densamente povoada. O povo do antigo reino de  Malanan, na Arábia Saudita, tanto quanto podemos determinar, foi o primeiro a estabelecer um reino neste lugar, isto em 1200 a.C. O povo do reino de Sabá (Shena), também na Arábia Saudita, que os sucederam, estava no poder nos dias de Leí.

sábado, 20 de novembro de 2010

ARQUEOLOGIA - Antiga Cidade Encontrada no México Mostra Influência Olmeca

Stefan Lovgren
National Geographic News - 26/Janeiro/2007

Tradutor Elson Carlos Ferreira - Curitiba - Junho/2010

Arqueólogos desenterraram parte de uma cidade na região central do México com mais de 2.500 anos que sofreu influência da antiga cultura Olmeca.



Criadores da pioneira linguagem escrita e do calendário, os Olmecas geralmente são considerados a primeira civilização avançada na Mesoamérica, região que se estende desde a região central do México até o leste de Honduras. (mapa da América do Norte e Central).

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

HISTÓRIA - Os Códices Maias

Os Códices Maias
Um códice (do latim, bloco de madeira, livro - plural: códices) é um livro no formato dos livros modernos, com páginas separadas, normalmente unidas (por costura) e que recebe uma capa. Foi uma invenção romana que substituiu os rolos de papiro e finalmente se tornou em livro. Apesar de que tecnicamente qualquer brochura seja um códice, o termo é somente usado para livros manuscritos, produzidos da antiguidade recente até a Idade Média. Os códices do Novo Mundo foram escritos por volta do Século XVI.

domingo, 14 de novembro de 2010

GEOGRAFIA - Leí no Deserto

Richard G. Grant
© Copyright 1999 - rggrant@jps.net

Tradutor: Elson Carlos Ferreira - Curitiba/Brasil - Novembro/2010

Breve Introdução à Geografia da Arábia

Muito se sabe hoje sobre a geografia da Arábia, seu clima, os desafio das viagens e o modo de vida de seus habitantes. Quando comparamos o conhecimento de hoje com o que se sabia da Arábia na época do Profeta Joseph Smith, ficamos impressionados com a quase completa falta de um conhecimento mais exato por parte daqueles que declaravam ao mundo serem peritos no assunto. Eugene England, da BYU, declarou que quanto mais conhecimento Joseph Smith "tivesse adquirido, baseado na opinião dos especialistas de sua época, provavelmente mais errado ele estaria”.(1)

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

ARQUEOLOGIA - Escultura da Árvore da Vida - Uma Relíquia Cristã?

David L. Allen



Tradutor: Elson C.Ferreira - Curitiba/Brasil - Novembro/2010
Qual é seu significado religioso, espeiclmente para os cristãos modernos?

ANTROPOLOGIA - Escrituras do Livro de Mórmon Referentes a Temas Mesoamericanos

Diane E. Wirth

Tradutor Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil - Janeiro/2006

         Muitas escrituras do Livro de Mórmon se relacionam com práticas mencionadas no Livro de Mórmon. Dois desses temas são A Árvore da Vida (veja o estudo de Garth Norman sobre Stela 5 em Izapa, Chiapas, México), e as Sete Tribos Primordiais (veja “The Seven Primordial Tribes: A Mesoamerican Tradition,” de Diane Wirth em AAF Newsletter, No. 8 July 1996 www.ancientamerica.org). Algumas escrituras dão informações sobre o que era entendido pelos povos mesoamericanos. Doze escrituras de bastante interesse serão mencionadas abaixo:

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

ARQUEOLOGIA - “Leí Esteve Aqui?”

David A. Edwards
Fonte: New Era, Jan 2008, 10–13



Tradutor: Elson C. Ferreira - Curitiba/Brasil - Novembro/2010
Mapa de Mountain High Maps
O Livro de Mórmon pinta um vívido cenário das trilhas que Leí e sua família experimentaram depois de deixarem sua casa em Jerusalem e jornadearam através do deserto da Arábia. Enquanto lê, você sente que pode entender e relacionar suas experiências. Conquanto não possmos traçar sua rota exata, ainda podemos ter uma idéia das áreas em geral por onde Leí e seu grupo viajaram, e fazendo isso, valorizamos ainda mais o que eles passaram. Pesquisas recentes nos dão um claro cenário de alguns desses locais e quais seriam as condições que o grupo de Lei teria encontrado.1

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

HISTÓRIA - Por Que a Serpente Simboliza a Cristo?

Bruce W. Warren

Tradutor: Elson C. Ferreira – Curitiba/Brasil – Outubro/2010
  
Na Bíblia e no Livro de Mórmon nós vemos referências a um evento muito significativo enquanto Moisés liderava seu povo através do deserto. Quando a vida do povo de Moisés estava ameaçada como resultado das picadas das serpentes do deserto, Moisés levantou uma serpente de bronze numa haste e declarou que todos os que olhassem para a serpente acabariam sobrepujando as picadas das serpentes e seriam salvos da morte: