NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

terça-feira, 29 de junho de 2010

ARQUEOLOGIA - Visão da Árvore da Vida


Proctor, Scot Facer e Maurine Jensen

Tradutor: Elson C. Ferreira - Curitiba/Brasil



"A bela reprodução em madeira esculpida de Stela 5, é uma possível representação do sonho de de Lei a respeito da árvore da vida, descoberta com outras vinte e uma rochas e dezenove altares em Izapa, no sul do México.

Num dos primeiros  estudos de Stela 5, um arqueólogo Santo dos Últimos Dias, M. Wells Jakeman, econtrou vinte e duas correspondências e cento e catorze pontos de concordância entre a escultura de Izapa e os registros de Néfi e Lei a respeito de suas visões da árvore da vida.

O homem velho assentado no lado esquerdo pode representar Lei. O maxilar localizado imediatamente atrás de sua cabeça pode ser o símbolo representativo de seu nome, referindo-se ao Vale de Lei, onde Sansão matou mil filisteus.

O ornamento de cabeça da mulher à sua esquerda pode realmente ser considerado como um tipo de “nome-símbolo' muito parecido com representações egípcias de rainhas e princesas.O nome Saria significa 'Princesa de Yahweh.'

A pessoa à direita com um guarda-sol sobre sua cabeça revela 'uma serpente projetando-se de sua testa; atrás da serpente há a face humana com uma planta subindo, fluindo das costas do jovem...[isto] essencialmente duplica as representações do antigo cereal egípcio chamado Nepri ou Nepi.

V. Garth Norman interpreta a personagem do pássaro mascarado acima e à esquerda (Néfi) como representação de Quetzalcoatl, o qual 'estaria levando o suposto fruto ou bolsa de remédios, e que com sua máscara de pássaro, adiante da bolsa, e com o pé à frente tocando a árvore, indubitavelmente controla e dirige... uma jornada à Árvore da Vida. 

(Tirado do artigo “Light from the Dust, A Photographic Exploration into the Ancient World of the Book of Mormon”. (Luz do Pó, Uma Exploração Fotográfica no Mundo Antigo do Livro de Mórmon) Proctor, Scot Facer e Maurine Jensen. Deseret Book, Salt Lake City, 1993, p. 31)