NOSSA MISSÃO

Divulga artigos de pesquisas científicas escritos por cientistas e pesquisadores SUD.s e não SUD.s, profissionais e amadores, a respeito da arqueologia, antropologia, geografia, sociologia, cronologia, história, linguística, genética e outras ciências relacionadas à cultura de “O Livro de Mórmon - Outro Testamento de Jesus Cristo”, uma das quatro obras padrão de “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.

O Livro de Mórmon conta a história dos descendentes do povo de Leí, (profeta da casa de Manassés), que saiu de Jerusalém no ano 600 a.C. (pouco antes do Cativeiro Babilônico) e viajou durante 8 anos pelo deserto da Arábia às margens do Mar Vermelho, até chegar na América (após 2 anos de navegação), desembarcando provavelmente em algum lugar da Mesoamérica (região que inclui o sul do México, Guatemala, Belize, El Salvador, Honduras, Nicarágua e parte de Costa Rica), mais precisamente a região vizinha à cidade de Izapa, no sul do México, onde, presumem os estudiosos, tenha sido o local de assentamento da primeira povoação desses colonizadores hebreus .

Este blog não é patrocinado nem está ligado oficialmente a qualquer denominação religiosa. Todo conteúdo apresentado aqui representa a opinião e é de total e exclusiva responsabilidade de seus autores, que sempre estão devidamente identificados.

domingo, 27 de junho de 2010

O Livro de Mórmon, o Livro do Convênio Restaurado










Alan C. Miner
www.ancientamerica.org
 Tradutor Elson Carlos Ferreira - Curitiba/Brasil - Janeiro/2004
dejerusalemasamericas@gmail.com

De acordo com Raymond Treat, o título "O Livro de Mórmon" tem mais significado do que alguém poderia imaginar.







Alguém que esteja familiarizado com a história do Livro de Mórmon poderia concordar que o nome "Mórmon" simplesmente se refere ao homem que compilou o livro, entretanto, apesar de Mórmon ter conhecimento de que "o nome de meu pai era Mórmon" (Mórmon 1:5), ele diz em 3 Néfi 5: 12, que ele não era chamado pelo nome de seu pai, mas segundo a terra na qual aconteceu a restauração do convênio de Cristo com a Igreja:

"E eis que me chamo Mórmon, por causa da terra de Mórmon, a terra onde Alma organizou a igreja entre o povo, sim, a primeira igreja que foi organizada entre eles depois de sua transgressão".(3 Nephi 5:12)

"Mas caso se arrependam e dêem ouvidos a minhas palavras e não endureçam o coração, entre eles estabelecerei a minha igreja e permitirei que tomem parte no convênio e que sejam contados com estes remanescentes de Jacó, a quem dei esta terra como herança." (3 Nephi 21:22) [Ver Raymond C. Treat, "Covenants: Key to the Restoration of the House of Israel," (Convênios: Chave Para a Restauração da Casa de Israel" Recent Book of Mormon Developments, (Recentes Desenvolvimentos do Livro de Mórmon) Vol. 2, pp. 52-53]Talvez possa ser coincidência, talvez não, que o título do Livro de Mórmon tenha sido alterado em 1986 para "O Livro de Mórmon, Outro Testamento de Jesus Cristo".

Se focalizarmos a idéia de que o nome Mórmon esteve associado com o convênio restaurado, e se a palavra "testamento" significa uma testemunha do convênio, então poderíamos ler o título do livro de acordo com a própria definição de Mórmon como "O Livro do Convênio Restaurado, Outra Testemunha do Convênio de Jesus Cristo". Quando este significado for entendido, o Livro de Mórmon poderá assumir seu exato lugar junto dos outros dois testemunhos publicados do convênio de Cristo com seus filhos, O Velho Testamento (O Velho Convênio) e no Novo Testamento (O Novo Convênio).  [Alan C. Miner, Notas Pessoais]